Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

RS Seguro amplia combate ao crime com operação integrada na Região Metropolitana da Serra

Operação conta com mais de 300 agentes e 120 viaturas

Publicação:

Equipes se reuniram em frente ao 12º BPM em Caxias do Sul
Equipes se reuniram em frente ao 12º BPM em Caxias do Sul - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP
Por Carlos Ismael Moreira/SSP

Depois dos expressivos resultados das quatro Operações Integradas Metropolitanas em 34 municípios da Grande Porto Alegre, dentro do programa RS Seguro, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) expandiu o modelo que fomenta a estratégia de colaboração entre órgãos de todas as esferas para outras porções do Estado, começando pela região serrana. Com mais de 400 agentes, cerca de 150 viaturas e uma aeronave, foi deflagrada no início da noite desta quinta-feira  (11) uma operação integrada nos 13 municípios que compõem a Região Metropolitana da Serra: Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, São Marcos, Antônio Prado, Nova Pádua, Pinto Bandeira, Santa Tereza, Ipê, Carlos Barbosa e Monte Belo do Sul.

A ação reuniu efetivos de todas as forças da Segurança Pública estadual, com servidores de órgão municipais e federais. Foram mais de 7 horas de operação, que só terminou na madrugada desta sexta-feira. Em 48 barreiras, montadas em áreas com maior incidência de crimes, quase dois mil veículos foram fiscalizados. 232 acabaram autuados e 50 foram recolhidos. Durante a fiscalização integrada, mais de 1200 carros também foram periciados pelo IGP. Os efetivos conjuntos das forças de Segurança Pública do Estado também vistoriam 145 estabelecimentos comerciais. 11 foram interditados. Durante a ofensiva na Serra, mais de meio quilo de droga foi apreendido além de 109 mil reais sem procedência. 3.666 pessoas foram abordadas e identificadas, sendo que 24 acabaram presas, entre flagrantes e mandados de prisão cumpridos. Dois menores também foram apreendidos

Participaram da operação desta quinta-feira efetivos de Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Superintendência dos Serviços Penitenciários  (Susepe), Instituto-Geral de Perícias  (IGP), Guardas Municipais e Polícia Rodoviária Federal (PRF). "O que vemos aqui é reflete os três pilares do programa RS Seguro: integração, inteligência e investimento qualificado. Começamos com esse modelo de operações em março na Região Metropolitana de Porto Alegre e agora, começando aqui na Serra, vamos expandir pelo Estado. A redução vista no primeiro trimestre em praticamente todos os indicadores de criminalidade, inclusive com os latrocínios no menor número desde que se iniciaram as estatísticas e os homicídios com o menor total da década, mostram que estamos no caminho certo", afirmou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, na solenidade de lançamento da operação, na sede do 12° Batalhão de Polícia Militar, em Caxias do Sul.

O início da expansão das operações integradas metropolitanas pela Serra também responde aos recentes episódios de retomada do conflitos entre grupos criminosos na área. A reação imediata do Estado visa preservar os resultados expressos pelos indicadores criminais do primeiro trimestre de 2019, que mostrem redução em relação ao mesmo período do ano anterior na maioria dos delitos na região.

Na soma dos 13 municípios da região metropolitana da Serra, os homicídios caíram 17.1%, de 41 entre março e janeiro de 2018 para 34 em igual intervalo deste ano. Os roubos tiveram redução de 24.2% e os roubos a comércios, caíram 44.9%. Os roubos de veículo tiveram pequena alta, com seis casos a mais no trimestre inicial de 2019 frente aos três primeiros meses de 2018.

"Uma pesquisa realizada pelo jornal O Globo sobre os primeiros cem dias dos governos estaduais de 10 unidades federativas colocou o Rio Grande do Sul como o Estado melhor avaliado. Na nossa área específica da Segurança Pública, só São Paulo, Bahia, Ceará e nosso Rio Grande do Sul receberam bandeira verde. Essa avaliação é mais um dado para comprovar que estamos no rumo certo", finalizou o vice-governador.

Secretaria da Segurança Pública