Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Brigada Militar participa de estudo sobre a soroprevalência do Covid-19 no RS

Os resultados deverão sair ainda no início de agosto

Publicação:

Duas profissionais da saúde aplicam o teste de sangue em uma policial militar.
Momento da testagem - Foto: BM

Nos dias 23 e 24 de julho, policiais militares da Brigada Militar participaram do estudo: “Soroprevalência de COVID-19 em profissionais da Segurança Pública e varejistas do Rio Grande do Sul”. O convite para participar da análise foi feito pelo Instituto Cultural Floresta, mas o projeto, inédito no Estado, é coordenado pela Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Os termos e os detalhes da aplicação do estudo no efetivo da Corporação foram decididos pelo gestor do Gabinete de Crise da Brigada Militar, Tenente-Coronel Macarthur Vilanova e o coordenador da equipe da Santa Casa de Misericórdia, Doutor Alessandro Pasqualotto, através de videoconferências.

Participaram das testagens do estudo, que visa a detecção de anticorpos para o COVID-19 através de coleta de sangue, os policiais militares de Porto Alegre, Canoas, Pelotas, Santa Maria, Uruguaiana, Santa Cruz do Sul, Lajeado, Ijuí, Passo Fundo e Caxias do Sul. Foram realizadas 1.500 coletas e, segundo o Doutor Pasqualotto, os resultados das amostras deverão sair ainda no início de agosto. O material coletado pelo laboratório será analisado e os resultados da pesquisa, bem como os gráficos por cidade, serão entregues ao Comando da Instituição. 

O estudo de soroprevalência se encontra num momento onde a pandemia está em recrudescimento no Estado e no país, e para proteger um dos públicos mais expostos à pandemia, os servidores da segurança pública, a Brigada Militar investe na ciência e nos dados para identificar soluções mais eficientes possíveis no combate ao novo coronavírus.

TEXTO: SOLDADO ADRIÉLY ESCOUTO/PM5
EDIÇÃO: ASCOM / SSP

Secretaria da Segurança Pública