Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

100ª Operação Desmanche apreende 20 toneladas de sucatas e localiza carcaças de veículos furtados

Uma pessoa foi presa por furto de energia e os quatro estabelecimentos vistoriados foram interditados

Publicação:

100 Operação Desmanche
100 Operação Desmanche - Foto: Anelize Sampaio/SSP

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) desencadeou a 100ª Operação Desmanche, que combate a receptação e o desmonte de veículos furtados e roubados.  A ação ocorreu no município de Gravataí na manhã desta terça-feira (13/9), em quatro estabelecimentos. Foram apreendidas 20 toneladas de sucatas automotivas e localizadas partes de dois veículos em situação de furto e roubo, sendo a carcaça de um Renault Megane 2007, furtado em Guaíba em agosto de 2021, e parte dos vidros de uma Pajero, furtada no Centro Histórico em Porto Alegre em agosto de 2022. Em investigação preliminar, apurou-se que o responsável pelo local seria o proprietário de um CDV autorizado. 

Uma pessoa foi presa por furto de energia e os quatro estabelecimentos vistoriados acabaram interditados, sendo três por risco de crime ambiental e por não estarem em conformidade com a Lei dos Desmanches. A Força-Tarefa dos Desmanches é um trabalho coordenado pela SSP, em conjunto com Brigada Militar, Polícia Civil, Instituto-Geral de Perícias, DetranRS e Corpo de Bombeiros Militar, além da empresa Gerdau, parceira no recolhimento da sucata.

 De acordo com o coordenador da Operação Desmanche, major Jeferson Eroni, as ações retomaram após a pandemia com a integração dos órgãos e vinculadas.  “A SSP retoma a operação que está em sua centésima edição com planejamento e governança integrados. Em Gravataí realizamos a sétima operação, município que apresenta muitas denúncias para serem vistoriadas e apuradas”, destaca. 

Criada em 2016, a Operação Desmanche é uma política pública que coíbe a venda de peças sem origem e fecha estabelecimentos irregulares, além de reduzir roubos, furtos e receptações. Nesses seis anos, já foram visitados 57 municípios, realizadas 79 prisões, interditados 149 estabelecimentos e apreendidos 7,5 mil toneladas de sucata sem procedência confirmada. As peças apreendidas vão para a Gerdau, que, a partir de uma parceria, as transforma em material de trabalho e dá um novo destino para os objetos por meio de reciclagem.

Confira os 53 municípios visitados: Aceguá, Almirante Tamandaré do Sul, Alvorada, Arroio dos Ratos, Cachoeirinha, Camaquã, Candelária, Canela, Canoas, Capão da Canoa, Capão do Leão, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Dom Pedrito, Curumim, Eldorado do Sul, Erechim, Estância Velha, Esteio, Estrela, Gravataí, Guaíba, Ijuí, Montenegro, Nova Bassano, Nova Prata, Novo Hamburgo, Parobé, Passa Sete, Passo do Sobrado, Passo Fundo, Pantano Grande, Pelotas, Portão, Porto Alegre, Rio Grande, Rio Pardo, Santa Maria, Santana do Livramento, São Jerônimo, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, São Sebastião do Caí, São Sepé, Sarandi, Soledade, Tapejara, Taquari, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Vera Cruz, Viamão e Xangri-lá.

Texto: Anelize Sampaio/ SSP
Edição: Secom

Secretaria da Segurança Pública