Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretaria de Segurança Pública e Comitiva da Conmebol fazem primeiro ensaio para segurança dos jogos da Copa América

Publicação:

Comitiva acompanhou partida entre Grêmio x Rosário Central válida pela fase de grupos da Libertadores
Comitiva acompanhou partida entre Grêmio x Rosário Central válida pela fase de grupos da Libertadores - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP
Por Zete Padilha/SSP

Milhares de torcedores em direção a Arena do Grêmio, em Porto Alegre. A partida contra o Rosário Central, pela fase de grupos da Libertadores da América, na noite desta quarta-feira, 10, era decisiva para o time gaúcho se manter vivo na competição. Um cenário perfeito para os primeiros ensaios de  outra competição que também vai movimentar a Arena, a Copa América. O estádio, localizado na zona Norte da capital, será uma das sedes dos jogos que ocorrem entre 14 de junho e 7 de julho em seis Estados do país.

Cerca de 40 agentes, da inteligência de todas as forças da Segurança Pública do RS, circularam entre torcedores gaúchos e argentinos, tanto na chegada ao estádio quanto durante todo o jogo. O objetivo era ensaiar protocolos de segurança e testar equipamentos de comunicação para os jogos. Enquanto isso, nos bastidores da Arena, uma equipe do Ministério da Justiça (MJ), que acompanha o planejamento de segurança da Conmebol no país, técnicos e diretores da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) e o Vice-Governador, também Secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, visitavam as áreas de circulação de jogadores, imprensa e as instalações técnicas de monitoramento e vigilância da Arena.

A visita, que é semelhante a que está sendo feita em todos os estádios do país que irão receber os jogos da Copa América, foi avaliada positivamente pelo secretário da Segurança Pública.  “Toda a Segurança Pública do nosso Estado estava aqui nessa recepção e já fazendo essa integração com a Conmebol e o Seopi, para que possamos também ser sede da Copa América e realizar um grande evento, com a tranqüilidade que o torcedor merece”.

Autoridades conheceram instalações de segurança do estádio e acompanharam ensaio de ações de inteligência
Autoridades conheceram instalações de segurança do estádio e acompanharam ensaio de ações de inteligência - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

Durante o primeiro ensaio de segurança, em jogo oficial na Arena, equipes da SSP também testaram um software de reconhecimento facial com câmeras de alta definição instaladas em um mastro acoplado a um caminhão, do lado de fora do estádio. A partir de um banco de dados da secretaria, o sistema permite a identificação de foragidos da Justiça e de torcedores que estejam impedidos judicialmente de frequentar os jogos, além de auxiliar no monitoramento da área. A ideia foi avaliar essas ações durante uma disputa decisiva, situação que permite identificar os riscos potenciais mais próximos do esperado para a competição entre seleções.

Três torcedores argentinos, impedidos de entrar em estádio, foram identificados

Antes do início da partida, entre Grêmio e Rosário Central, agentes de inteligência coordenados pela SSP, já em treinamento para a Copa América, identificaram três torcedores argentinos que estavam impedidos, por uma decisão da Justiça do seu país, de frequentarem jogos da Libertadores. Segundo informações do Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do RS, os três homens fazem parte da torcida organizada argentina Barra Bravas do Rosário Central. Os torcedores foram encaminhados pela Brigada Militar para a Delegacia de Polícia, que fica dentro do Arena, e, posteriormente, apresentados ao Poder Judiciário. Por determinação do Ministério Público, foram impedidos de assistir a partida. A decisão segue as regras da Conmebol, pois uma vez impedido de ingressar em estádio do país de origem, os torcedores não poderiam entrar em estádio de outro país pela mesma competição.

Evento

A Copa América 2019 ocorre entre 14 de junho e 7 de julho em seis Estados do país. Porto Alegre receberá cinco jogos, todos na Arena do Grêmio. Serão três partidas da primeira fase, uma nas quartas de final e uma nas semifinais. Pelo menos seis seleções visitarão o Estado, além de torcedores de países vizinhos que devem cruzar as fronteiras com o RS para assistir às disputas.

As ações de segurança envolvem não apenas a atuação durante os jogos, como também as chamadas Áreas de Interesse Operacional, que incluem estradas,  aeroportos, hotéis e pontos turísticos, além do estádio e os centros de treinamento de Grêmio e Internacional.

Além do vice-governador e agentes da Segurança Pública do Estado, acompanharam a visita membros do Seopi e da Conmebol
Além do vice-governador e agentes da Segurança Pública do Estado, acompanharam a visita membros do Seopi e da Conmebol - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP
Secretaria da Segurança Pública