Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governador em exercício, Ranolfo Vieira Júnior, destaca importância do setor de transporte em feira na Serra

Publicação:

Ranolfo Vieira Junior fazendo seu discurso na 21ª Feira e Congresso de Transporte e Logística (Transposul), em Bento Gonçalves.
Conforme o governador em exercício, a área de logística e transporte é uma das prioritárias do governo - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Por Texto: Suzy Scarton Edição: Marcelo Flach/Secom

Governador em exercício, Ranolfo Vieira Júnior visitou, na manhã desta quarta-feira (5/6), a 21ª Feira e Congresso de Transporte e Logística (Transposul), em Bento Gonçalves, na Serra. Segundo maior evento na área de logística do Brasil, a Transposul reúne mais de cem expositores e espera receber cerca de 15 mil visitantes.

Promovida pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística do RS (Setcergs), a feira, que ocorre entre os dias 5 e 7 de junho, se propõe a expor novidades tecnológicas dos maiores fabricantes de caminhões, pneus, distribuidores de combustíveis e fornecedores do ramo de implementos do país, além de sistemas, equipamentos e serviços voltados para a logística e a multimodalidade. Seis montadoras marcam presença na feira: Scania, DAF, Mercedes-Benz, MAN-VW, Iveco e Volvo/Dipesul.

BENTO GONÇALVES, RS, BRASIL, 05/06/2019 - O governador em exercício Ranolfo Vieira Júnior participou, na manhã desta quarta-feira (05/6), da abertura da 21ª Transposul. Fotos: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Governador em exercício detalhou o RS Parceiras, criado para melhorar a malha rodoviária gaúcha - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Em 2018, a 20ª Transposul movimentou R$ 150 milhões, reuniu 12 mil visitantes e congressistas. A expectativa da atual edição é movimentar até R$ 200 milhões. Em 2021, a feira, que ocorreu em Bento nos últimos quatro anos, deve voltar a Porto Alegre.

Para o governador em exercício, a área de logística e transporte é uma das prioritárias do governo. “Não temos dúvida de que, com as parceria público-privadas, vamos conseguir melhorar as condições das estradas e, com isso, ampliar o desenvolvimento dos negócios ligados ao setor”, garantiu.

Ranolfo aproveitou a oportunidade para fazer um rápido balanço dos primeiros cinco meses de gestão Eduardo Leite, destacando a criação dos programas RS Seguro e RS Parcerias, a retirada da obrigatoriedade de plebiscito para venda de estatais e a entrega dos projetos que autorizam a venda da CEEE, CRM e Sulgás. Além disso, deixou claro que o governo do RS apoia a Reforma da Previdência.

Durante a abertura oficial da feira também ocorreu a posse do novo presidente da Setcergs, João Jorge Couto da Silva, que assume o cargo antes ocupado por Afrânio Kieling. “Represento um sindicato que tem a respeitabilidade regional, nacional e internacional. É o segundo sindicato do Brasil em força, empreedimento e estrutura. Para o ano que vem, queremos trazer todas as entidades à feira, para que fiquem ligadas ao mesmo setor”, afirmou Couto da Silva. Neste ano, o sindicato completa 60 anos.

Transposul 2019, Ranolfo Vieira Júnior a frente discursando.
Feira ocorre até a sexta-feira (7/6) em Bento Gonçalves - Foto: Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Em modelagem para concessão

O Rio Grande do Sul é o Estado que mais depende da malha rodoviária no Brasil, conforme a Secretaria de Logística e Transportes (Selt). A extensão da malha rodoviária gaúcha é de 158,2 mil quilômetros (5,7 mil quilômetros de estradas federais, 11 mil quilômetros de estradas estaduais, e 141,5 mil quilômetros de estradas municipais).

Para melhorar as condições das rodovias gaúchas, o governo do Estado lançou o programa RS Parcerias, que promove concessões e parcerias público-privadas (PPPs) envolvendo, inicialmente, as rodovias RSC-287 e ERS-324.

Todas as estradas administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), um total de 752 quilômetros (descontando os trechos da 287 e a 324 que já estão incluídas na nova concessão), estão sendo analisadas, assim como outras vias apontadas como prioridade no Plano Estadual de Logística de Transportes (Pelt), cerca de 250 quilômetros de rodovias estaduais e 630 quilômetros de vias federais.

Na terça-feira (4/6), no Chile, o governador Eduardo Leite anunciou que as rodovias RS-239, RS-235, RS-122, RS-240 e RS-115 também serão objeto de concessão, cuja modelagem será feita pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

Secretaria da Segurança Pública