Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

BM lança Operação Integrada Força Total para intensificar combate a crimes violentos letais

Com apoio da Polícia Civil, cerca de 1,1 mil PMs farão patrulhamento ampliado nas regiões Metropolitana, Serra e Vale do Sinos

Publicação:

Ranolfo à esquerda fala ao microfone. À direita, fila de PMs lado a lado. Árvores ao fundo.
Briefing de início das atividades na Capital ocorreu na Academia de Polícia Militar - Foto: Divulgação/BM

A Brigada Militar deflagrou no final da tarde desta quarta-feira (24/11) a Operação Integrada Força Total. Até o final de novembro, com apoio da Polícia Civil e de Guardas Municipais, cerca de 1.100 policiais militares irão intensificar as ações de patrulhamento preventivo e repressivo em áreas das regiões Metropolitana (em especial em Porto Alegre), Serra e Vale do Rio dos Sinos.

A Operação consiste em envolver diversas modalidades de policiamento ostensivo, cada uma utilizando sua especialidade, com o objetivo principal de combater a prática de crimes violentos letais intencionais (homicídios, latrocínios e feminicídios), de forma a assegurar a redução de indicadores verificada ao longo dos últimos dois anos e meio.

Ranolfo Vieira Júnior, de terno cinza claro e camisa branca, fala ao microfone. Ao fundo, fila de PMs lado a lado.
Vice-governador participou de solenidade de lançamento da ação - Foto: Grégori Bertó/SSP

Em solenidade de largada da operação, às 18h30min, na Academia de Polícia Militar, na Capital, o vice-governador e secretário da Segurança Pública (SSP), delegado Ranolfo Vieira Júnior, destacou o empenho dos policiais nas atividades de proteção social e ressaltou o compromisso com o apoio às forças estaduais. "Começamos o dia com a formatura de 101 novos soldados do Corpo de Bombeiros Militar e a publicação do edital de concurso para contratação de 4 mil novos PMs, dando sequência a necessária reposição de efetivo. Isso além dos 8 mil novos servidores que vamos ter admitido ao final desses quatro anos de governo. E a operação que lançamos nesse fim de tarde, coroa esse empenho em intensificar a presença policial nas ruas, ampliando a proteção da população. Desejo a todos uma excelente atividade e que, ao final, retornem todos em segurança para suas famílias", afirmou o vice-governador.

Helicóptero da BM no ar. Ao fundo, céu em crepúsculo.
Batalhão de Avião participa com patrulhamento aéreo - Foto: Grégori Bertó/SSP

Participam da ação o Comando de Polícia de Choque (CPChq) - com pelotões de choque e policiais militares cinófilos acompanhados de cães farejadores -, o Batalhão de Aviação da BM (BAvBM) - com o patrulhamento aéreo -, guarnições do 4º Regimento de Polícia Montada (4° RP Mon), e os policiais militares da Força Tática e do policiamento ordinário que atuam nos Comandos Regionais de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO-Serra), do Vale do Rio dos Sinos (CRPO - VRS), Metropolitano (CPM) e da Capital (CPC). A Polícia Civil atua no apoio com equipes volantes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Subcomandante-geral da BM, coronel Feoli fala ao microfone. Ao fundo, PMs montados em cavalos. Em primeiro plano, fora de foco, de costas, o vice-governador e secretário da SSP, delegado Ranolfo.
Subcomandante-geral da BM, coronel Feoli destacou ação estratégica noturna, período em que crimes letais mais ocorrem - Foto: Grégori Bertó/SSP

O subcomandante-geral da BM, coronel Claudio dos Santos Feoli, destacou a opção estratégica de lançar a operação para desenvolvimento ao longo da noite, em resposta aos diagnósticos da análise estatística realizada pela Programa RS Seguro.

"Fazemos essa intensificação a partir das 19h até o início da manhã, pois são os turnos em que mais ocorrem os crimes letais. Com o mapeamento das áreas mais críticas, faremos a saturação de patrulhamento para ampliar o suporte de prevenção nesses últimos dias do mês", explicou o coronel.

Texto: Ascom BM e Carlos Ismael Moreira/SSP

Secretaria da Segurança Pública